A cevada foi, sem dúvida, um dos primeiros cereais a ser
cultivados pelo homem. Certos historiadores deram-lhe o nome
de “alimentação dos gladiadores”, o que remete para a sua
importância na Roma Antiga.

Qualidades alimentares e virtudes terapêuticas
A cevada é adequada às pessoas com problemas no fígado e aos sedentários.
É frequentemente sugerida para equilibrar a glicemia.
Os ioguis consideram a cevada um alimento que favorece a eliminação das toxinas.
Hildegarde de Bingen ensinava que a cevada não favorece as pessoas com “sangue fraco”.
Estados e problemas de saúde que podem beneficiar com a bebida de cevada
Desintoxicação geral.
Cura de eliminação de toxinas.
Prevenção do cancro do cólon.
Catarro, mucosas abundantes.
Estado diarreico.
Desmineralização cálcica.
Modos de consumo
A bebida de cevada alimenta e refresca.
Deve ser preferencialmente consumida na estação quente.
Pode ser consumida em creme ao almoço.
Utiliza-se na preparação de legumes de verão ou com as couves de outono.

 

Por Jean-Claude Rodet

Artigos Relacionados